Como os PTTs, novo IX.br, facilitam a troca de tráfego na internet

Como os PTTs, novo IX.br, facilitam a troca de tráfego na internet

Redes de troca de tráfego(PTT)

A Internet é conhecida como uma “rede de redes” composta por provedores de acesso, que criam as condições para que usuários residenciais e corporativos possam acessar e publicar conteúdo na web. Para entender o funcionamento da Internet é importante saber como é a sua estrutura. Então vamos lá!

Quando uma empresa tem dois ou mais computadores interligados, ela tem uma rede (network) de computadores. Se outra empresa conecta outros dois ou mais computadores, ela constitui outra rede (network). E se ambas as empresas concordam que a comunicação entre seus computadores funcione seguindo as mesmas regras e protocolos, podem interligar ambas as redes e neste caso, as redes conectadas entre si estabelecem uma internetwork, ou internet. Este raciocínio vale tanto para uso doméstico, quanto corporativo, onde os provedores de internet fornecem os elementos para viabilizar esta interconexão entre Redes (internetwork).

As redes que compõem a Internet são identificadas como Sistemas Autônomos (ASs) e eles podem ser provedores de trânsito (quando interligam as redes), provedores de serviços ou simplesmente usuários finais. Sendo assim, podemos dizer que a Internet é o agrupamento de redes, que se interconectam direta ou indiretamente para trocar dados digitais.

Como resultado deste entendimento, podemos afirmar que o ideal seria que todo provedor estivesse conectado a todos os outros provedores para permitir a máxima possibilidade de troca de informações e conteúdos.

Estabelecer todas estas conexões porém, mostra-se impraticável seja pelo custo elevado ou pela inviabilidade técnica e é aí que surge a importância dos Pontos de Troca de Tráfego (PTTs) ou IX.br. Eles são pontos de concentração de dados, também identificados como hubs, onde os provedores e servidores se conectam, funcionando como um ambiente onde todos os provedores podem trocar dados, simplificando o tráfego e otimizando o fluxo de informações.

No Brasil, os 27 PTTs em operação, são ambientes geridos pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto Br (Nic.br), que por sua vez é um órgão do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br).

importância dos PTTs pode ser medida com a crescente utilização da Internet para a prestação de serviços, onde os projetos que garantem estabilidade de acesso se tornam cada vez mais indispensáveis. E os PTTs permitem que os usuários utilizem sua infraestrutura para que os participantes (ASs) possam trocar dados de forma mais rápida, eficiente e com qualidade absoluta, mesmo em caso de falha ou pane. Ou seja, quanto mais robusto e melhor for um PTT, maior será o fluxo de informações que poderá ser trocada, pois aumenta a eficácia da rede, encurtando o caminho da conexão entre os computadores.

Como benefício direto propiciado pela interconexão a um PTT, é possível identificar vantagens com relação à latência, ao uso de banda larga, a economia nos trânsitos, além de ofertar conexões a outros provedores, o que pode ampliar oportunidades de negócios para prestadores de serviços de menor alcance.

Veja tambem o que são CDNs e como elas mudam seu provedor.

fonte:https://eletronet.com/como-os-ptts-novo-ix-br-facilitam-a-troca-de-trafego-na-internet/

Deixe uma resposta

0