Bem-vindo a Semeo Consultoria

O que falta para que sua REDE decole?

Como usar o Mikrotik para identificar a causa do congestionamento da rede

Como usar o Mikrotik para identificar a causa do congestionamento da rede

Uma das perguntas que faço é como identificar o usuário que está congestionando minha rede em um roteador Mikrotik. O Mikrotik routerOS possui um recurso embutido que permite aos administradores de rede identificar a origem do congestionamento de tráfego na rede. O torch do Mikrotik é uma ferramenta de monitoramento de tráfego em tempo real que permite ao usuário monitorar os tráfegos em uma interface.

Ao usar o recurso de torch do Mikrotik, um usuário pode selecionar uma interface para monitorar e escolher os atributos a serem incluídos no relatório. Esses atributos incluem: IP de origem e destino, IPv6 de origem e destino, protocolo Mac, protocolo, ID de VLAN, porta e DSCP. Tão útil quanto esta ferramenta é, a maioria dos usuários achou difícil usar simplesmente por causa de materiais limitados em seu uso.

Curso Completo Mikrotik

Como rodar uma torch Mikrotik

Vamos considerar uma rede de 3Mbps totalmente congestionada. O administrador deseja identificar o usuário que atualmente congestiona a rede. Para fazer isso, o administrador deve identificar e tocar a interface da LAN no roteador Mikrotik. Como o IP de origem e de destino, por padrão, foram incluídos nos atributos que devem ser selecionados ao executar uma torch em um roteador Mikrotik, o administrador deve incluir o protocolo. Veja o comando abaixo:


A partir da imagem acima, podemos ver que os pacotes https estão congestionando a rede. Portanto, precisamos identificar a origem desses pacotes https. Para fazer isso, usaremos o recurso da torch no submenu ferramentas no winbox. Ver abaixo:

Escolha a interface LAN, selecione o protocolo e a porta e clique em start. A saída mostrará as fontes e os IPs de destino, o número de pacotes enviados por cada usuário e a quantidade de largura de banda consumida. A largura de banda é dividida em upload e download. Enquanto a taxa de TX significa upload, a taxa de Rx significa download. Com isso, podemos identificar os usuários responsáveis ​​pelo congestionamento da rede com base na largura de banda consumida. Com o endereço de origem de tais usuários, o administrador da rede pode configurar a fila que os impedirá de congestionar a rede.

Curso Consultor Projetista de Redes Ópticas

Caso queira descobrir para aonde se destina o trafego basta acessar esse site: https://bgp.he.net/country/BR e colocar o IP de destino como mostra abaixo:

administrador

Deixe uma resposta

Se inscreva em Nosso Canal no Youtube !!!