Afinal, o que é NAT? e os tipos?

Afinal, o que é NAT? e os tipos?

nat 2

Afinal, o que é NAT?

NAT é um protocolo que, como o próprio nome diz (network address translation), faz a tradução dos endereços Ip e portas TCP da rede local para a Internet. Ou seja, o pacote enviado ou a ser recebido de sua estação de trabalho na sua rede local, vai até o servidor onde é trocado pelo ip do mesmo substitui o ip da rede local validando assim o envio do pacote na internet, no retorno do pacote a mesma coisa, o pacote chega e o ip do servidor é trocado pelo Ip da estação que fez a requisição do pacote.

Quer Aprender Sobre Mikrotik e funcionalidades do NAT.

O que o NAT faz?

O NAT é como uma recepcionista de um grande escritório. Digamos que você tenha instruído a recepcionista para não passar nenhuma ligação para você a menos que você peça. Durante o dia, você liga para um cliente e deixa uma mensagem pedindo que ele retorne sua ligação. Você avisa a recepcionista que está esperando este cliente ligar e que esta ligação ela pode transferir.

O cliente liga para o número principal do seu escritório, que é o único que ele tem. Quando o cliente fala para a recepcionista que quer falar com você, a recepcionista procura em uma lista o seu nome com o seu ramal. A recepcionista sabe que você está esperando esta ligação e, portanto, transfere a ligação para o seu ramal.

Tipos de NATS

NAT1 é conexão direta… quando seu equipamento(roteador) já pega um IP real. Ou seja, diretamente no modem, ou num roteador, mas com ligação bridge.

NAT2 é conexão redirecionada, e funcional. Como ter ligado o PS3 num roteador com IP:porta 10.0.0.120:8770, e ele redireciona o jogo para seu IP real na mesma porta. Geralmente ativar o uPNP (quando este funciona, porque muito roteador tem isso só de enfeite), ou jogar o PS3 na DMZ já funciona.

NAT3 é conexão legada. Ou seja, bloqueada por firewall, ou sem servidor virtual de redirecionamento… similar quando o  utorrent fica no vermelho.

Quer aprender tudo sobre NAT e também sobre CGNAT conheça nosso curso de CGNAT.

 

Não há comentários até agora

Bruno Castro Publicado em10:28 - 31 de agosto de 2018

Legal, bem sucinto.

    admin Publicado em01:38 - 3 de setembro de 2018

    realmente

Deixe uma resposta

0